segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Sínodo 2017 - Convocação



Prezados Membros da CEFIP


Na qualidade de Patriarca desta Comunhão, sirvo-me do presente para convocar Vossas Senhorias a participarem do Sínodo Anual a se realizar no próximo dia 15 de novembro do ano em curso 15 de Novembro do corrente ano com inicio as 09:00 hs e término as 17:00 na Rua Alexandre Rangel nº 28 - (Vila Guimarães) Parque da Biquinha / Austin / Nova Iguaçu - RJ; Contato: 21 97395-5699 - Referência - Rua em Frente ao Supermercado Prendas).

Informo ainda que é lícito aos Presidentes de Igrejas filiadas se fazerem representar.

A ausência dos Ministérios Convencionados não os desabriga de aceitarem como tácita concordância aos assuntos que forem tratados e deliberados.

Atenciosamente,

Dom Elias Batista Nogueira
Presidente e Primaz



quarta-feira, 26 de abril de 2017

A Igreja e a Sociedade

O Papel da Igreja neste Mundo
Qual o papel da Igreja na sociedade?  O que ela é e deve fazer?
Se acaso perguntássemos a vários crentes: “qual o papel da igreja?” talvez teríamos uma grande variedade de respostas, como por exemplo:
A Igreja existe para louvar a Deus;
A Igreja existe para consolar as pessoas e dar esperança;
A Igreja existe para trazer a justiça social;
A Igreja existe para levar o evangelho aos perdidos;
A Igreja existe para ser um farol na comunidade;
A Igreja existe para apoiar causas nobres;
Existe muita confusão a respeito do papel da igreja neste mundo, o que e como ela deve se comportar.

O que a Bíblia tem a dizer? O Senhor Jesus, seu fundador e fundamento apresenta na grande comissão o que ele esperava da Igreja. Vejamos:
“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado; e eis que estou convosco todos os dias, até a consumação do século.” – Mateus 28.19-20
Este é um dos últimos encontros do Senhor Jesus com os seus discipulos, antes da Sua ascenção na Galiléia. Encontramos aqui de forma simples o plano de Deus para a sua Igreja.
Encontramos neste texto tanto a razão fundamental pela qual a igreja deveria trabalhar. Existem aqui quatro verbos importantes: ide, fazei discipulos, batizando, ensinando.
Quando estudamos a língua grega, descobrimos que este texto possui na verdade um imperativo e três partícipios. O verbo é “fazer discipulos” Ele se encontra no imperativo; os outros verbos (particípios) são consequências do primeiro.
Muitas igrejas tem caído no erro de imaginar que o seu papel se resume a evangelizar, entendendo que a grande comissão se resume a isso. Evangelizar é fundamental e importante, mas dentro da grande comissão, ele é parte de um todo. Ir e compartilhar as boas novas fazem parte do propósito da igreja, mas não cumprem totalmente o seu papel. Quantas igrejas estão domingo após domingo “evangelizando” os seus membros e se esquecendo de alimentá-los com a verdade.
O Senhor Jesus neste texto apresenta o seu projeto e plano para sua Igreja. Este projeto tem um alvo que são realizados por três digamos subalvos. Fazer discipulos é o grande projeto de Cristo, evangelizar, batizar e ensinar completam o conceito de fazer discípulos.
Fazer discipulos que sejam seguidores dEle, que procurem em sua vida assemelharem-se a Ele (Rm 8.29-30).
Foi isso que Jesus fez em seu ministério aqui na terra. Ele veio ao mundo, se envolveu com pessoas, levou-as a um compromisso com Deus e as ensinou. Este processo que Ele fez com os seus a partir daquele momento deveria ser reproduzido na vida de outras pessoas por meio dos discipulos de Cristo.
Portanto, nossa vida aqui na terra deveria refletir este propósito divino. Nossas igrejas deveriam avaliar suas práticas e perguntar como cumprimos esta comissão.
Creio que Jesus deixou em seu ministério registrado nas páginas dos Evangelhos diversas orientações e exemplos práticos de como podemos e devemos cumprir esta missão ordenada por Ele a sua Igreja.
Momentos da Imagem da Obra de Deus na Missão da IEFP em Pernambuco coordenada pelo Revmo Pastor Flávio José.
O trabalho não para.

segunda-feira, 27 de março de 2017

Jubilação e Recebimento de Ministros

Fica registra a Jubilação por motivo de impossibilidade física dos clérigos Arcebispo Dom João Carlos da Silva e Episcopisa Dona Sandra Maria Pereira da Silva e o rebebimento e criação da extensão Eclesiástica para o Estado do Pernambuco do Pastor Flávio José Ramos da Silva sendo o mesmo nomeado Vigário Episcopal para o estado do Pernambuco,

Aos companheiros João e Sandra uma excelente jubilação e ao companheiro Flávio bom serviço.

Que Deus possa abençoar a todos os Irmãos.

Att. Dom Elias / Primaz


quinta-feira, 2 de março de 2017

Comunhão estabelecida entre a IEFP e o CIPAM



TERMO DE COMUNHÃO PLENA ESTABELECIDA A ENTRE A IGREJA EPISCOPAL Filhos da Promessa E O Conselho de Pastores, Teólogos e Oficiais Evangélicos do Brasil e do Exterior (GRUPO CIPAM)

Ambas as Igrejas supra qualificadas se reconhecem mutuamente como Igrejas de Cristo, com ordens e sacramentos válidos.

Esta Comunhão é uma parceria eclesiástica sem vínculos administrativos, portanto, cada Igreja é administrativamente autônoma.

As Igrejas parceiras não são, necessariamente, coniventes e responsáveis por ações isoladas de cada Igreja.

Cada Presidente determinará o culto, a liturgia, a administração e a doutrina de sua Igreja.

Esta Comunhão poderá ser desfeita ou refeita a qualquer tempo por uma ou por ambas as partes.

Pelo presente documento e a partir desta  data, a Igreja Episcopal Filhos da Promessa (IEFP) e a Conselho de Pastores, Teólogos e Oficiais Evangélicos do Brasil e do Exterior (GRUPO CIPAM) estão em plena comunhão, reconhecendo-se mutuamente como Igrejas de Cristo, com ordens e sacramentos válidos, ressalvando-se, no entanto, a autonomia administrativa de ambas as instituições.

01 de Março de 2017 A.D.

Bispo Elias Batista Nogueira
Primaz da IEFP / Presidente da CEFIP

Bispo Isaias Joaquim Dutra
Presidente do CIPAN